tudo sobre peruibe

Banda Municipal de Peruíbe

CIDADANIA EM AÇÃO - Banda de Música é tradição em Peruíbe!

Vila Peruíbe, como era conhecido nosso Município, quando ainda fazia parte de Itanhaém, era um vilarejo extenso, com poucos moradores e pequenas casas de madeira.
Foi nesse pequeno vilarejo que nos anos de 1936/1937, o senhor Álvaro Ivo da Silva fundou a primeira corporação da Banda Municipal, que naquela época não tinha nome. Senhor Álvaro juntou pessoas conhecidas que sabiam tocar instrumentos e montou uma pequena Banda com o objetivo de realizar festejos e alegrar a Vila!

No ano de 1935, chega à Vila Peruíbe o senhor Joaquim Xavier Teixeira que dois anos depois, em 1937, após o falecimento do maestro Álvaro, cria a Banda Santa Cecília, e permanece à sua frente por 21 anos.
Neste período a Banda realizou apresentações em muitos municípios, onde participava de festas religiosas, diversos folguedos comemorativos e realizava retretas em frente à Capela de São João Batista para quebrar a monotonia da Vila e alegrar os moradores!

Em 18 de fevereiro de 1959, Peruíbe é elevada à categoria de Município e em 1961, o senhor Geraldo Russomano, 1º Prefeito de Peruíbe, cria por meio da Lei nº 50, de 11 de setembro de 1961 a Corporação Musical de Peruíbe, comprometendo-se ainda com a compra de instrumentos, uniformes, remuneração aos componentes da Banda por apresentações contratadas pela prefeitura e o pagamento de um salário mensal fixo ao maestro.
Em 1967, por meio do Decreto nº 23/1967 o Senhor Albano Ferreira, prefeito na época, nomeou o Senhor Vicente Basile Netto, Professor em caráter efetivo do quadro permanente de funcionários da Prefeitura Municipal de Peruíbe, com a função de orientar e supervisionar a Escola Municipal Cultural e Musical "Santa Cecília" regulamentando desta forma as atividades da Banda, que realizou várias apresentações dentro e fora do município, conquistando inclusive títulos em campeonatos de Bandas.
No final da década de 70, o maestro Basile inicia um trabalho diferente, e forma a Banda Municipal Feminina, que seria, de acordo com os registros da época, a segunda existente no Brasil.

A estréia da Banda Municipal Feminina de Peruíbe se deu no dia 18 de fevereiro de 1982, por ocasião do aniversário da cidade. As 20 moças, em seus elegantes uniformes, a partir daquela data apresentavam-se semanalmente no coreto da Praça da Matriz.
Após alguns meses de atividades à frente da Banda Feminina, o Maestro Basile fica enfermo e impossibilitado de dar continuidade aos trabalhos, indicando como sucessora sua jovem aluna Elizete da Silva, na época com apenas 16 anos, para dar continuidade às atividades musicais do grupo.

Com o falecimento do Maestro Basile, Elizete assume a regência da Banda Feminina até 1987, data em que chega a Peruíbe o Maestro Zivaldo Ribeiro.
O maestro Zivaldo Ribeiro, com o auxílio da jovem maestrina Elizete, revolucionou a formação da Banda, transformando-a em Banda Mista e iniciando uma trajetória de conquistas para a cultura local. Obteve, junto com a Banda, seis Títulos Paulistas e Três Nacionais, dentre tantas outras apresentações brilhantes que proporcionou a todos.
O Maestro Zivaldo Ribeiro Permaneceu no comando da Banda até seu falecimento em 1995, e neste período Sergio Luiz da Silva assume a regência da Banda Municipal.

O jovem Maestro Sergio iniciou seus estudos musicais na própria Banda, ingressando mais tarde na carreira militar, é Bacharel em Música pela Unilus em Santos, graduou-se em pedagogia pela Uniararas e pós graduou-se em composição pela Faculdade de Música Carlos Gomes em São Paulo, é arranjador e Diretor Técnico da Escola Municipal Livre de Música de Peruíbe.

Sob sua regência, a Banda Municipal alcançou notória posição no contexto cultural do Estado, sendo convidada para diversas apresentações, dentre elas o Festival de Inverno de Campos do Jordão, recepção a Chefes de Estado, Campeonatos etc.

Sob a regência do Maestro Sergio, e a Coordenação da Maestrina Elizete a Banda Municipal conquistou outros 05 Títulos Paulistas e 06 Títulos Nacionais em Campeonatos de Bandas, passando a ter em sua história 11 Títulos Estaduais 09 Títulos Nacionais, gravou 02 CD's e realizou um Projeto de Música que atendeu "todas as escolas da rede municipal de ensino", proporcionando o acesso e a democratização do aprendizado musical em todo Município de Peruíbe.

Nos anos 2000, por meio do decreto 1856, a banda foi considerada Patrimônio Público Municipal.

Nossa Ações:

As atividades musicais oferecidas pela Banda Municipal são totalmente gratuitas, garantindo o acesso a toda comunidade local. Para o acesso às vagas não há processos seletivos, mas somente adequação dos interessados ao número de vagas oferecidas e não é necessário que tenha conhecimento ou que possua instrumentos musicais, pois o programa disponibiliza para uso em aula, os instrumentos musicais e material pedagógico para o processo de ensino-aprendizagem.
É proporcionada a oportunidade de contato com a arte musical através de aulas práticas e teóricas, coletivas com profissionais especializados, além de apresentações e audições para comunidade.

São oferecidas vagas nos cursos de musicalização infantil, violão popular, iniciação aos instrumentos de corda (violão, violino e viola), de sopro (saxofone, flauta transversal, clarinete, tuba, eufônio, etc) e percussão (bateria e percussão erudita). Os alunos têm aulas teóricas e práticas e são acompanhados por monitores. Depois de integrados aos estudos, podem participar da Banda Municipal e da Camerata de violões e cordas sinfônicas.
Na construção da cidadania, a cultura desempenha o importante papel de fortalecer a auto-estima e o sentimento de pertencimento do indivíduo em seu grupo, sua comunidade, sua cidade. Nessa dimensão, a Banda Municipal visa promover melhoria da qualidade de vida à medida que protege e promove a diversidade cultural e amplia o acesso a bens e serviços culturais.
A Banda Municipal de Peruíbe é parte integrante da história de Peruíbe e suas páginas registram os benefícios sociais que pontuaram a sua trajetória nesses anos de música dedicados ao Município. Além de incontáveis feitos ao longo da sua história, a banda formou e "exportou" profissionais que, com capacidade e experiência, elevaram o nome do Município e da Corporação com a qualidade do trabalho desenvolvido!

Não fique vendo a Banda passar, participe!!!

A Banda Municipal está vinculada à Escola Municipal Livre de Música e têm como objetivos, entre outros:

  1. Oferecer formação musical gratuita à população por meio de cursos livres, oficinas regulares, palestras e outros sempre em concordância com o Projeto Pedagógico da Escola Municipal Livre de Música;
  2. Estimular a difusão da cultura musical a partir da formação de grupos vocais e instrumentais com a intenção de aproximar os produtos artísticos das atividades pedagógicas da Escola Municipal Livre de Música à população por meio de um calendário anual;
  3. Zelar pelo bom funcionamento da Banda Musical Municipal de Peruíbe como produto cultural e municipal, proporcionando atividades e ações de promoção e manutenção desta corporação musical que é um Patrimônio Cultural do Município;
  4. Promover a inclusão sociocultural de crianças e jovens através do ensino coletivo de música, contribuindo com sua formação global para lidar com a música e o mundo contemporâneo, instigando sua sensibilidade, imaginação, conseqüentemente promovendo a apreciação, a consciência musical e o pensamento crítico.

Sua Missão maior é o compromisso com a socialização do saber musical, a inclusão social de crianças e jovens em situação de risco, dos vários bairros do município, baseada nos princípios da educação integral, ocupando-lhes o turno extra-classe em atividades de musicalização e prática de banda em instrumentos de sopro, cordas, e percussão.

Uma atividade sócio-educativa de valorização e construção da cidadania, realizada em parceria com escolas públicas, associações comunitárias e Núcleo de atendimento à crianças e adolescentes. Suas ações são desenvolvidas na seguinte estrutura:

POLO I – Escola Municipal Livre de Música – Centro
POLO II – Núcleo de Ações Educativas e Sociais/NAES – Bairro Caraguava.

Este Pólo foi criado para atender jovens que residem num bairro de grande vulnerabilidade social, acolhe atualmente 150 crianças e adolescentes no contra-turno escolar, com aulas de flauta doce, canto coral, flauta transversal, saxofone, trompete, trombone, eufônio e percussão.

Nosso Desafio...
Reestruturar a Banda Municipal, para que a mesma possa retomar suas apresentações com a pompa e beleza que sempre lhe foram peculiares.

Em Andamento

Projeto Retreta

Apresentações públicas periódicas dos alunos da Banda Municipal e da Escola de Música

Objetivo:
O objetivo desta atividade é realizar apresentações musicais em espaços públicos onde possamos apresentar o resultado das atividades dos Projetos Musicais.
Entendemos ser de importância para as pessoas que desenvolvem as atividades compartilharem com seus amigos, familiares e público em geral os resultados das atividades que estão sendo desenvolvidas ao longo do ano.
Para a elaboração do evento contamos com a participação dos alunos dos cursos de música, monitores, coordenador e gestor que atuam como instrumentistas.
É uma excelente oportunidade para colocarem em prática as aprendizagens quanto ao acolhimento dos participantes, bem como do desenvolvimento musical que têm alcançado durante o desenrolar do curso.

Grupo de Jazz

Criado para desenvolver repertório popular, com ênfase no Jazz, com o objetivo de profissionalização dos alunos em adiantado desenvolvimento técnico.
Trabalhando repertório que mescla clássicos do Jazz e Música Popular Brasileira e Internacional, o grupo arranca aplausos e elogios por onde passa.


Nossa filosofia

Atenta a dinâmica social da contemporaneidade a Banda Municipal, retoma suas atividades pautadas em projetos musicais com responsabilidade social de ação inclusiva e preventiva que através da música, não só abrem boas perspectivas e novos horizontes para tantos quantos destes projetos sociais queiram fazer parte, como também profissionaliza aqueles que de fato abraçam a rica e nobre oportunidade, atendendo assim de forma integral as transformações sócio-econômicas dos últimos anos que têm afetado profundamente o comportamento e a dinâmica social.
Deste modo, numa atitude responsável em relação ao ambiente e a sociedade, a Equipe Gestora da Banda, busca parcerias com a sociedade para atingir objetivos musicais com a responsabilidade social e com o conceito de desenvolvimento sustentável.
Vários pesquisadores afirmam que trabalhar com a música melhora a sensibilidade, o raciocínio lógico, a concentração, a disciplina, a expressão corporal e desenvolve o sentido de valorização e respeito ao próximo.
Correntes teóricas ressaltam o valor socializador, cognitivo e emocional da música e enfatizam sua importância na formação de crianças e jovens.
Por esses e outros motivos, pode-se afirmar que uma Banda de Música proporciona a oportunidade de experimentação e vivência musical em um espaço vivo, dinâmico e atuante, caracterizando-se como uma área de conhecimento de aprendizagens e saberes que tem sido, cada vez mais, utilizada como estratégia no enfrentamento das questões sociais, tendo como eixo a formação para a cidadania, a inclusão sociocultural e a emancipação dos indivíduos, sendo apontada por profissionais de diferentes áreas como promotora de transformação social e desenvolvimento de crianças e jovens.

Responsáveis pelo Projeto:

Peruíbe

Guia Comercial

Fábio Imóveis
Avenida Padre Anchieta , 6300
Oásis
Fone: (13) 3458-3415
Mirian Imóveis
Av. Padre Anchieta, 5411
Parque Turístico
Fone: (13)3458-2811
Garcia & Munhoz Imóveis
Av. Padre Anchieta, 2050
Stella Maris
Fone: (13)3455-3487
Ângelo Imóveis Peruíbe
Rua Candido Gonçalves, 84
Jardim Peruíbe
Fone: (13)3453-3429
Mega Imoveis Peruibe
Av. Padre Anchieta, 5470 5462
Parque Turistico
Fone: (13) 3458-4730

Oportunidades de Imóveis em Peruíbe

Oferecido por Peruíbe Imóveis